TRANSLATOR( BLOG OR POST)

23 de jul de 2016

O princípio do desmoronamento

Li no blog de minha amiga portuguesa "Justine"
Cabe à Europa, serve a qualquer país.

"Apontas para o rosto sarcástico do sol de Inverno
E disparas. Há tantos meses que não chove – reparaste?
É o próprio céu a desistir de ti. E mesmo assim tu disparas, só sabes disparar.
Estás enganada, Europa. Envelheceste mal e perdeste a humildade.
Não é contra o sarcasmo que disparas, não é contra o Inverno,
Nem sequer contra o insólito, contra o desespero.
Tu disparas contra a luz.
Podes atirar-nos tudo à cara, Europa: bombas, palavras, relatórios de contas.
Podes até atirar-nos à cara um deputado, uma cimeira.
Mas os teus filhos não querem gravatas. Os teus filhos querem paz.
Os teus filhos não querem que lhes dês a sopa. Os teus filhos querem trabalhar.
Há tantos meses que não chove – reparaste?
A terra está seca. Nem abraçados à terra conseguimos dormir.
Enquanto te escrevo, tu continuas a fazer contas, Europa.
Quem deve. Quem empresta. Quem paga.
Mas os teus filhos têm fome, têm sono. Os teus filhos têm medo do escuro.
Os teus filhos precisam que lhes cantes uma canção, que os vás adormecer.
Eu acreditei em ti e tu roubaste-me o futuro e o dos meus irmãos.
Se estamos calados, Europa, é apenas porque, contrários ao teu gesto,
Nós não queremos disparar."

(Filipa Leal)

O blog de Justine, para visitar e nunca mais abandonar
https://quartetodealexandria.blogspot.com.br/

Um comentário:

Justine disse...

Clarice, obrigada pela tua solidariedade. As coisas não estão fáceis por esta velha Europa, mas também não estão fáceis no resto do mundo...
Eu a pensar que ia ter uma velhice serena e descansada!! Engano meu, a vida está mesmo perigosa de viver!
Um abraço do tamanho do oceano:)))