TRANSLATOR( BLOG OR POST)

17 de fev de 2016

Tudo se aproveita, minha filha!

Nestes tempos bicudos, o moderno é ser minimalista(apartamento só com cama, pia, geladeira e fogão), econômico(o almoço de hoje vira jantar fácil, fácil) e a manicure, tadinha, nem se sabe mais se é a mesma(no máximo um corte de cabelo e uma pintura de raiz). Está comigo até aqui?

Tirando os exageros do minimalismo, o inteligente hoje em dia, é saber usar ao máximo todos os recursos. Então a dica de hoje é como renovar aquele esmalte de unhas da cor amada, que está meio pesadão, grosso, abandonado na caixinha.

Um recurso rápido, caso seja um finzinho de nada é só pingar uma gota de acetona. Isto não vale para quantidade grande, porque resseca o esmalte que ficar no vidrinho. Pode também usar acetato de amila, mas é outro recurso de emergência, sem considerar que encontrar esse negócio é um milagre.


Rapidinho, rapidinho, sem queimar os miolos, é só aquecer água até que forme bolinhas e colocar o esmalte em pé e de tampa fechada dentro dela por alguns minutos. Retirar da água e rolar nas mãos(cuidado para não se queimar) para agitar o esmalte e está fininho outra vez seu esmalte, minha filha.

Pode fazer isso algumas vezes. Depois vá comprar outro, que esse já está velho, e não se faz milagre todos os dias tá bem? Pesquise em brechós na internet, que tem algumas ofertas bem interessantes.

Já essas unhas da foto, fala sério! Só madame e mulher que só usa as mãos pra contar dinheiro, concorda?

4 comentários:

Dalva M. Ferreira disse...

Eu já desisti de ter unha comprida há tempos. Corto, dou uma lixadinha e passo uma basezinha só pra constar. O cabelo? Parece um pé de mafagafo, cheio de mafagafinho. Sou um desastre!

Justine disse...

Conselho bom, mas eu prefiro não usar verniz nas unhas a não ser em festa especial como casamento, etc. Aqui na aldeia, a mexer em terra, a limpar plantas, a colher ervas aromáticas, a brincar com o meu gato, etc., etc., não dá jeito nenhum trazer unhas envernizadas...
Um abracinho

neu disse...

K K K K mudei neste mes de fevereiro de 2016, para uma casa menor. Tive que doar metade das "tranqueiras" que juntei nos ultimos anos. E mesmo assim o que sobrou, tudo desmontado e fogão cok, não coube num baú F4000.

Clarice disse...

Meninas, tenho usado (eu mesma pinto as unhas, coisa que aprendi na adolescência) unhas pintadas para disfarçar o estrago de enfiar as mãos na terra. Unhas longas bem distante no passado

Neu, a cada mudança fica mais fácil escolher o que é importante, concorda?

Abraço a todos.