TRANSLATOR( BLOG OR POST)

24 de dez de 2014

Lola, Lolita, Lolosa, Pretosa

Acredito que os bichos nos escolhem, apesar de pensarmos que nós os escolhemos.

Assim, Lola me escolheu pra cuidar dela no seu tempo final por aqui. Foi um ano duro para ela, que apresentou tumores aos primeiros meses em minha casa e depois passou por três inúteis cirurgias.Recuperação sempre delicada, porque a doença foi avassaladora e rápida.

Teve uma vidinha complicada. Veio de um acumulador de animais e ninguém sabia sua idade. Pra mim ela teve pouco mais de um ano, que foi o tempo que esteve comigo.

Não acredito em céu nem para humanos, mas gosto de pensar que tem uma nova estrelinha no céu dos gatos, a partir de hoje.

Ela me ensinou muita doçura e paciência. Muita fofura e paixão pelo sol, que só buscava quando convidada, de tão tímida.

Obrigada por me deixar cuidar de você.

Adeus, Lola, minha Pretosa!


5 comentários:

Anônimo disse...

Ohh pecadinhooo

Tenho certeza q o tempo que ela passou com vc recebeu muito amor e carinho.

Beijos fique bem. ângela

Clarice disse...

Ângela, é preciso ser racional e ter compaixão, mas sempre dói.
Difícil foi ver a outra gata procurando por ela pela casa toda.
Brisa ajuda a superar com suas peraltices.
obrigada.
Beijos.

Clarice disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Justine disse...

Estou emocionada, Clarice! Como nós amamos os nossos animais, como eles nos ensinam as coisas importantes da vida. E temo o momento em que terei de dizer adeus ao meu companheirinho Mounty...
Um abracinho de compreensão e solidariedade.

Clarice disse...

Justine, obrigada.
Não há nada que descreva o sentimento de perda do primeiro, do segundo..., do quarto, do quinto.
Há poucos dias ofereceram-me novos filhotes de gatos e descobri como estou, quando disse: Não, não tenho mais espaços para cicatrizes.

Não sofra por antecipação, é só o que posso sugerir, porque haverá dor demais quando acontecer.
Grande abraço.