TRANSLATOR( BLOG OR POST)

31 de dez de 2013

Se olhar bem, o coração é só uma represa

Crônica de uma velha história regurgitada

Eu lembro que chorei todas as noites, todas, durante quase seis meses. Por saber que aquele homem não era real, não dizia o amor que eu esperava, apesar das palavras bonitas. Quem não gostaria de ouvir um homem dizendo que se rasgasse suas veias  delas sairia meu sangue?

Chorei durante seis meses. Todas as noites. Sozinha. Antes e depois dele ligar da delegacia às três horas da manhã pra contar que haviam roubado o carro. O que isso se ligava a nós? O choro. Só o choro.

Eu chorei todas as noites. Durante meses sem fim. Depois de interromper o banho e escutar no telefone que o filho drogado havia avançado contra o pai da namorada, mãe de sua neta. Eu escorregava palavras de ânimo, de consolo, porque era o dia dos pais e você sofria.

Você sofria e eu chorava. Durante meses que nunca acabavam.

Chorei de solidariedade quando a filha descobriu-se grávida e precisou ser internada porque a hemorragia provocada por droga ilícita escancarou que nada ia bem nessa desunião ainda mal resolvida.

Chorei por noites de calor e de inverno, Acordava no meio da noite soluçando. Com a alma sábia, que só tem mulheres que amam sem medida.

E por isso eu não chorei quando o encanto se quebrou e você tirou a fantasia. Não consegui salvar uma lágrima daquela enchente noturna. Nenhuma. O coração estava seco. De tanto me entregar.

Assim eu me salvei. Porque soube seis meses antes que o horizonte não existia. Que era hora de me resgatar e diminuir o volume de tua importância.

Eu sempre soube ser precoce. Foi o que me salvou de você.

9 comentários:

Anônimo disse...

Muito trita querida. Me comovi.
Quero sua cabecinha e seu coraçãozinho represando boas lembranças, amor , beleza, carinho.LÊ

Clarice disse...

Lê, não se preocupe. Isso é uma crônica de uma historia antiga.
As boas lembranças ficam na areia.
Beijo.

Pitanga Doce disse...

Ah Clarice! O que foste buscar numa noite de Ano Novo!

beijos da Mila

Clarice disse...

Pi, foi no dia 30. O blogger é que fez a hora.
No dia 31 fiquei sem internet, sem tv, sem telefone. Quer começo melhor que isso?
O texto foi exorcismo pra limpar o tacho.
beijo.

Pitanga Doce disse...

E limpou, minha boa? Tudinho??? Huuuuuum...

Clarice disse...

Pi, esse tacho brilha de tanto vinagre!
Depois que a poeira baixa eu me espanto por tanta ingenuidade da paixão.
Bj.

Dalva M. Ferreira disse...

Intenso. Ainda bem que sobrevivemos...

Clarice disse...

Dalva, fechar o ciclo custa mas compensa. Sempre.

Dalva M. Ferreira disse...

Sempre!