TRANSLATOR( BLOG OR POST)

11 de dez de 2013

Qual é o seu?


Nooossa! Eu tenho uma listinha, mas na família e em Seara é/era Bugra, por conta da pele morena e nariz arrebitado. 

Conta a lenda que um tio me viu no berço e lascou em sonoro italiano, a frase que definiria esse apelido: Parece mesmo uma bugrinha ! (Grazzie, tio Beppi.)

Outros apelidos foram aparecendo ao longo da estrada: Clara, Cacá, Crara, Clá, Clarinha, Bugrinha, Sisse, Tati. 

E o seu qual é? Tem mais de um? Conte  sem medo.

6 comentários:

Anônimo disse...

Fico com vergonha de dizer. Mas, um deles vc conhece não é ? LÊ.

Dalva M. Ferreira disse...

Não tenho apelido, Claire!!! Um abração bem forte.

c disse...

Lê, alguns dos meus também me incomodam um pouquinho, mas são minha história, então vou usando o que gosto.
Beijão.

Dalva, esse é tão recente,só funciona nos teus comentários. Mas deveria ter entrado na lista.
;)
Abraço e fique bem. Enjoy!

Danilo Ruas disse...

Chinelinho. Acho que tinha dois ou três anos de idade. Sempre que meu pai chegava do trabalho, eu pensava: meu pai trabalhou muito e deve estar muito cansado. Então eu ia correndo pegar os chinelos dele e os colocava aos seus pés. E não me dava por satisfeito enquanto ele não os calçasse. Mas eram apenas as minhas tias que me chamava pelo apelido. E mesmo hoje em dia, vez em quando, ainda me chamam,carinhosamente, de Chinelinho.

Clarice disse...

Danilo, que lindo isso!
Havia uma certa disputa em casa para ver quem lavava os pés de meus pais. Uma memória guardada com carinho. Como seu cuidado com seu pai.
Coisas que só tem sentido no contexto, mas que me fez bem lembrar.
Abração!

Danilo Ruas disse...

Que infância maravilhosa tivemos, hein, Clarisse?!

Abraço!