TRANSLATOR( BLOG OR POST)

31 de jul de 2013

E só agora me contam?

Você escolhe o mais saboroso, o de mais confiança e tradição, leva pra casa, usa e saboreia. Capricha naquele pãozinho, na pizza, na salada, no peixe... 

Faz bem pra saúde. É quase milagroso. Serve até para cuidar das gengivas, ora veja. 

Um belo dia  o cara aparece, assim como quem não tem nenhum compromisso com as bobagens que cometemos do outro lado da realidade e afirma cheio de razão: não compre azeite(virgem, extra, ou similar) se estiver em embalagem clara, tipo vidro branco, verde-claro. 

Hã!?!

A claridade, diz ele, elimina todas aquelas propriedades que te fizeram gastar um bom dinheirinho para escolher entre o espanhol, o brasileiro, o português, quem sabe ?

Entre a embalagem clara e um óleo comum, melhor economizar e comprar logo o de girassol, o de canola, o de milho, quem sabe. 

Para preservar aquilo que te levou a comprar um bom azeite, só embalagem escura. 

Assim, com cara de quem foi enganada, voltarei às latinhas. 

13 comentários:

Lian Tai disse...

Sério? Cada hora aparece uma pessoa dizendo algo sobre alimentação e saúde... e a gente cada vez mais perdida...

Pitanga Doce disse...

Atão?? Mas o Galo ou o Andorinha têm a garrafa verde escuro! Isto deve ser intriga do dono da fábrica de latas. hehe

Bom dia Clara! E o frio foi-se!

São disse...

Por essas e outras é que eu não ligo grande coisa a certas "verdades"



Abraço grande, ma belle.

Dalva M. Ferreira disse...

Adoro azeite de oliva. E vinagre.

Justine disse...

Clarice, não sei se isso é verdade, mas vou informar-me junto de produtores aqui da aldeia. Eles saberão. O que é certo e que, antigamente, o azeite era sempre guardado em talhas de barro ou de zinco...de qualquer modo, contentores opacos!

Clarice disse...

Pitanga,essa coisa de vidro foi pra modernizar, mas veio contra o consumidor, no final.

Há 15 dias neve, sexta-feira 31ºC. Há quem aguente?
Abraço.

São, tem informação que vale dólares.
Bj

Dalva, quando tiver oportunidade , exprimente o balsâmico Vale Fértil e depois me conte.
Abraço.


Justine, na minha casa, desde sempre tinha uma latinha pingando óleo na toalha, aí vieram as modernosas garrafinhas. Vou esperar teu parecer.
Abração.

Clarice disse...

Lian, tem novidade que vem a nosso favor; outras passam ao largo.
Pra usar bem nosso dinheirinho tem que espiar as boas, né?
Bjs.

Regiane Makiyama disse...

Vim conhecer seu blog, adorei seu cantinho.
Também tenho um blog materno, estou te seguindo já.
Me segue também?
Te espero lá.
beijos

http://viniciusmamaequedisse.blogspot.com.br/2013/08/aromatizadores-pepa-maria.html

Clarice disse...

Ah, essas mães ansiosas que deixam recados-padrão...

Anônimo disse...

O mais importante é que o azeite tenha no máximo 0,5% de acidez. O ponto de oxidação do azeite é bem maior, por exemplo, do que o óleo de soja.

Anônimo disse...

O mais importante é que o azeite tenha, no máximo, 0,5% de acidez. Ele tem o ponto de oxidação maior, por exemplo, do que o óleo de soja. E... bom apetite!

Clarice disse...

Além da oxidação, existem componentes que se perdem com a luminosidade. É disso que se trata o alerta.
Enjoy!

Anônimo disse...

A embalagem de vidro escuro não impede que a luz atinja o produto. A lata tem várias desvantagens, e a de plástico é uma piada. No caso, a embalagem teria que ser reinventada.