TRANSLATOR( BLOG OR POST)

7 de nov de 2012

Vai plantar favas!

Eu fui.

6 comentários:

São disse...

E resultou, rrsss

Um abraço de quem já tinha saudades

Justine disse...

E estão muito viçosas!
Até me está a crescer água na boca:)))))

Pitanga Doce disse...

Eu também tenho uma mini varanda com um mini jardim e não dá nem favas, nem feijões. Nem tiririca da serra. Pra falar a verdade até meu bouganville anda em greve. Eu acho que este teu jardim/horta/pomar, foi onde o Vaz de Caminha escreceu aquela famosa frase: "nesta terra em se plantando tudo dá". Óóói!

Anônimo disse...

Como estão lindas Clara !! O visual lá atráz tambem. Me senti aí. Tomara que não construam na frente da varanda.
Meu quintal tambem está florido; mas é grande e dá um trabalhão !
Antes que me esqueça, pare de pegar em parafusos. Lê

Clarice disse...

São, por aqui também são chamadas de feijão de pobre. Particularmente acho a floração delas linda. Se de olhar desse um grão...
Abraço.

Justine, o cheirinho delas cozidas tem lembranças de infância. Por isso fui buscá-las na internet. Deliciosas mesmo.
Abração.

Pitanga, a guerra aqui é contra o vento. Arre! No mais eu adoro experimentar plantar. Se der deu, se não der passo a semente adiante. Se só dependesse de sol isso seria terra pra tudo, mas é uma ventania por semana.
Vamos insistindo, inclusive com a jaboticabas com capa de plástico.
Beijos.

Lê, de vez em quando me dá uma coceira de me mudar para uma casa, mas a rapaziada do crime está achando o caminho por aqui e vou ficando, mas adoro brincar de horta e jardim. Uma delícia cozinhar e pegar o tempero direto dos canteirinhos com aquele gosto que tinham lá no interiorrrr.
O ombro continua incomodando, mas tem que cosiderar a quilometragem,rs
Beijos

Dalva M. Ferreira disse...

É um prazer imenso ver as sementes germinarem, a plantinha nascer e crescer, e ao fim poder colher algo que você sabe o que é. Sem as químicas malucas que andam por aí...