TRANSLATOR( BLOG OR POST)

18 de abr de 2012

A última a saber

Ou: Me engana, que eu gosto!


Sempre vejo com indignação a que se submetem as mulheres de políticos para ajudá-los a se manterem nas cadeiras ou a a alcançarem seu objetivos. 


Essa senhora ministra de estado, metida em intrincados jogos de poder, nem piscou quando seu marido, presidente da que se considera a maior nação deste planetinha, se meteu em enrascadas com a tal estagiária da Casa Branca.


Não é de espantar que seja tão ingenuamente enganada pelas manchetes brasileiras(mas que assessoria capenga, minha senhora!).  Atribuiu a nossa dentuça presidente o pálio do combate à corrupção. Dã? Será que ninguém de sua comitiva contou que tudo aconteceu por conta do apontamento de outras pessoas, imprensa, denúncias?  Que ela mesma, quando deveria ter sido investigada foi de tal modo protegida, que nem entrevistas podia dar para que pudesse ser candidata? 


Essa senhora, nossa escorada presidente, vai até bem em alguns terrenos, mas este de eliminar a corrupção, tenha paciência! ou, como diz Sílvio Luiz: Pelas barbas do profeta!


A urgência em ficar com os milhões que os brazucas deixam nos EUA é tanta, que esse tipo de elogio é uma piada. 


O pior é que a dama do Planalto acredita que está pondo ordem na casa e não para de nos premiar com um bandido atrás do outro em cargos de destaque. Pior ainda, o povareu acredita!


Eu quero mesmo ver quantos e quais serão mandados Cachoeira* abaixo. Talvez alguns peguem carona com as lanchas da Ideli e desembarquem na Venezuela, Cuba... Vai ser a novela do ano.


* Para que me lê de outras terras, esse cara está preso por ser um cacique do jogo proibido e tantas coisas mais, muito influente no meio político e tem tantas ligações perigosas, que deve ter político fazendo novena para que ele não abra seus arquivos.

9 comentários:

São disse...

Nunca entendi, como é que as esposas traídas se sujeitam à humilhação de estarem ao lado dos maridos traidores quando sstes vêm pedir desculpas a toda a gente e mais alguma publicamente!!

Bijinhos

Mauro Castro disse...

É duro ter que explicar para leitores de outras partes do mundo essa roubalheira toda, minha cara Clarice...
Há braços!!

AvoGI disse...

eu fico para o diabo me levar quando vejo mulheres de politico sa aguentar o que deus nao aguentaria só pelo nome do marido
kis :=)

jaime aus giruá disse...

Não fique tristinha, Clarice. O fato é que o diabo ajuda as loiras.
Não é por acaso que as três mulheres mais influentes do mundo hoje são loiríssimas. E entre elas, a nossa festejada dentucinha...
Abraços.
(E por falar em loira, parabéns pelo novo cabeçalho do blog.[Ela é você?])

Clarice disse...

São, sabe aquele ditado: A consciência é bem educada. Quando fala e não é escutada, se cala.
Acostumam com a sujeira. Se postas em cargos públicos acabam em manchetes como as que florescem por aqui.
Beijos.

Mauro, é um novelo tão intrincado, que os arquivos desse Cachoeira são mais poderosos que o armamento do Irã.
Abraço.

AvoGi, isso é coisa de berço, minha cara. Criadas na m...da aparência se sujeitam a qualquer chiqueiro.
Bjs

Jaime, tenho medo de perder o juízo, de ser presa por engano e de ter ganas políticas, ui!
Infelizmente as tingidas também são afetadas pela síndrome e desde Evita o povareu ouve e vê o que o dinheiro compra... Uma cesta básica aqui, um tijolinho ali, um empreguinho nas tetas do governo. Circo e pão.
Oxente! Se eu fosse tão linda assim como a moça da foto! Que zoios , né? Ainda não descobri o autor, mas achei no oráculo do Google.
Abraço.

Pitanga Doce disse...

Clarice, este (des)governo está montado em areia movediça. Como é que podem reunir tanto pilantra junto??? Eu te juro que não consigo acompanhar as noticias quando começam a contar os envolvimentos. Parece "Quadrilha" de Drummond e que me perdoe o poeta:
"João amava Teresa que amava Raimundo
que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili
que não amava ninguém."

Clarice disse...

Pitanga, começa com caçadores de líderes nas comunidades e escolas. Daí pra Brasília é só somar dois mais dois e garantir aposentadoria, privilégios e falcatruas que rendem e rendem.
Ou melhor, começa em casa mesmo.
Abraço.

Susana disse...

Quem sabe se no dia que o voto não for obrigatório as coisas melhorem? Hã...sei não...mas pelo menos eu vou poder vender meu voto e não tê-lo que declará-lo depois. Brincadeiras à parte, acho o cúmulo ainda perdermos tempo e dinheiro elegendo o menos pior.

Clarice disse...

Suzana, como vai?
Acredito que além da ficha limpa essa turma deveria fazer teste escolar e psicológico. Só depois poderia se candidatar.
Abraços