TRANSLATOR( BLOG OR POST)

12 de abr de 2012

A fonte me arrastou para o silêncio

Com um título desses seria de se esperar que se seguisse uma história de mistério, talvez um romance obscuro. Que nada! Foi a fonte do computador que encheu de ferrugem por causa da maresia, impossível de driblar por estas bandas marítimas.


De volta com a bujarrona aberta, selecionei entre as mensagens que recebi, este vídeo, muito bem escolhido por Lê.


E para quem não está a fim de flores e mais para lamber os beiços, encontrei este, no mesmo site. Coisas para serem vistas em tela cheia.


Aos poucos passearei pelos blogs, tomarei um chá, quem sabe um cafezinho, um vinho, uma gelada(esta apropriada à temperatura reinante de 26, 27 e até 30 graus C).

7 comentários:

São disse...

Já estava ficando preocupada com vosmicê, viu?

Lê é um mimo de ternura!!

Abraço de boas vindas.

Pitanga Doce disse...

Sabe, Clara, nem abri o vídeo das flores. Fui direto à dança e mergulho dos morangos, cerejas...

Tô precisando encher o corpo, já que o coração transborda e não cabe mais.

Beijos da Pi.

Clarice disse...

São, senti falta dos contatos também, mas é sempre um teste pra ver se sou muito dependente dessa maquineta.
Beijos.

Pitanga, em breve mando meu endereço pra receber o convite para a festa. ui! Como diz aquele cara: Esse amor me envenena, mas todo amor sempre vale a pena.
Beijos

Pitanga Doce disse...

Clarice, tem festa não. E é por isso que transborda. Não há "gastos". Tá tudo retido.

Clarice disse...

Pitanga, iupiaou!!!!!

Pitanga Doce disse...

Clarice, tá lindo esse novo visual! Chuva, benhêê!

Clarice disse...

Pitanga, nem dá pra olhar lá fora de tanta claridade. Uns respingos de vez em quando pra eu não precisar regar a hortinha e pra refrescar a noite. Já era tempo.

A moça dos olhos estralados chegou com atraso, que a lata deu pane.
Beijos.