TRANSLATOR( BLOG OR POST)

27 de abr de 2012

Adivinha quem eu sou?

Sois rei! Sois rei!


Na adolescência fui enviado para a Itália, para ser educado(hã?) por Mussolini, nas artes de governar e mandar. 


Quando voltei para casa tive uma discussão com meu irmão mais velho, na biblioteca do castelo, a portas fechadas, só ele e eu, e "sem querer" a arma que eu tinha à mão disparou e matou aquele que herdaria o trono.


Minha cara no enterro de meu irmão era algo de impressionar, de tão isenta de emoção. 


Assumi reinado e família e me transformei num simpático agente de marketing de meu país. Moderno, esportista, participativo, humano.


Mas como dizia aquele sábio: ninguém engana a todos o tempo todo. Se eu não tivesse quebrado uns ossinhos ninguém saberia o que há por trás da máscara.


Parafraseando o que eu disse a um mandatário sul-americano, o que mereço ouvir é: "Por que não te f..., matador de elefantes?"

4 comentários:

São disse...

Ai, Juan Carlos, Juan Carlos ...que quem te não apara os golpes é a tua nora!!

Beijinho, amiga.

Pitanga Doce disse...

Já viste o filme A Rainha? Viste quando matam o servo real? Que mania do caraças tem, essa gente , de caçadas? Que gosto mórbido!

Boa tarde Clarice. Aqui, cinza, quente e tedioso. À noite vou provar uma pasta de azeitonas que o rapaz trouxe do Museu do Azeite, do lado de lá da grande poça.

Maria Emilia Moreira disse...

Que grande mascarada vive esta aristocracia! Mas a verdade é que vivem e gastam à custa do povo que paga todas aquelas mordomias. Grande "latosa" tem o tipo! Abraços.
M. Emília

Dalva M. Ferreira disse...

E o povo parece que gosta!