TRANSLATOR( BLOG OR POST)

9 de mar de 2012

Na Melhor da Hipóteses- Parte IV e V

Capítulos I , II e III


Parte IV

AGORA É CONTIGO, MANÉ!

Pegue caneta e papel. Escolha um cômodo de sua casa. Ou, melhor, pare em frente ao portão de sua casa, prédio, sítio, seja onde for que more.

O portão é elétrico? Anote. Siga em frente. Tem lâmpada na garagem? Na verdade na casa toda, não é? Anote. Pare no meio da cozinha e anote: fogão elétrico, fogão a gás, forno de microondas, forninho elétrico, geladeira, freezer, exaustor, todos elétricos? Ah! Geladeira com computador? Lava-louças também tem? Anote.


Vá para a área de serviço: máquina de lavar/secar elétrica. Aspirador. 


Agora os banheiros: chuveiro elétrico ou a gás e vaso sanitário. Banheira com hidromassagem? Que luxo!


Na sala a maravilhosa televisão de 42' ou maior, rádio, DVD player, CD player, toca-discos, quem sabe? Todos com controle remoto. Computador da família, telefone sem fio, ar-condicionado, ventilador, brinquedos e jogos para tv e computador.

Se não fosse tão triste perder isso tudo eu começaria a rir.




Parte V

SOBREVIVE QUEM SE ADAPTA

Se eu fosse você começaria a pensar, a partir de hoje, hoje mesmo, em:
coletar água da chuva
comprar muitas pilhas e baterias de todos os tamanhos
trocar o portão elétrico por um manual
comprar velas, muitas, muitas, muitíssimas velas,
comprar lampiões que funcionem com dínamo manual
adaptar uma bicicleta para gerar eletricidade para sua casa
aprender a cozinhar sem gás
instalar chapas de metal para cozinhar com calor solar
estocar alimentos que só precisem ser hidratados
comprar centenas de enlatados
fazer estoque quilométrico de água potável
manter estoque de purificador químico de água
transformar a churrasqueira em chapa
instalar fogão a lenha/lareira
estocar restos de madeira de construção
comprar muito carvão
comprar uma bicicleta para se locomover
comprar um cavalo, pintinhos e uma cabra leiteira, se morar no campo
encher duas gavetas grandes com protetor solar máximo
comprar dúzias de caixas de lenços úmidos
ter abridor de latas
ter farmácia doméstica bem farta
estocar ração, shampoo e medicamentos básicos para seus bichos
aprender a dar banho nos seus animais
aprender a usar extintor de incêndio
começar a hortinha que vai garantir alguma comida fresca
acostumar a dar descarga no sanitário só duas vezes por dia
tomar um banho por dia no calor e a cada dois dias no frio
trocar o marca-passo cardíaco por um modelo manual
ter uma boa biblioteca e combinar troca de livros com vizinhos(sem jornal, televisão, computador ou música, o jeito vai ser ler e reler)
guardar todo o lixo orgânico para adubar a hortinha
reforçar as fechaduras de sua casa(na falta de mantimentos sobrará violência)
aprender a acender o fogo
guardar tudo o que possa virar fogo.

Ah, e não esqueça: um bom estoque de fósforos e isqueiros!

Isso é o cenário que, na melhor das hipótes, teremos depois de uma tempestade solar violenta como a que se espera para dezembro deste ano. Repito: deste ano. Quem não acredita em tempestade solar consulte o que aconteceu no Canadá há alguns anos e nesta semana em regiões próximas aos polos.
No hemisfério norte a desgraça será tão pior por conta do frio, que nem me atrevo a descrever. Mas vale estocar combustível, velas, pilhas e comida. E aprender a derreter neve.


Centenas de famílias americanas do norte já estão estocando alimentos não perecíveis, enlatados, água e pilhas. Nenhuma delas está, nem de longe, preocupada com celulares e computadores. Todos vão torrar, menos os que estiverem em abrigos especiais.

Não se apegue a esses equipamentos, acostume-se a não depender deles. Acostume-se a viver com menos de tudo. Vai demorar muitos meses, talvez anos, para voltar ao normal.

Pergunte a seus pais e avós e bisavós como fazer qualquer coisa. Eles sabem. Eles são do tempo em que não se dependia de gás, combustível, eletricidade e chips.


Se achar que houve exagero, veja isto.

Um comentário:

São disse...

Minha amiga, estamos em mudança de ciclo . Infelizmente , as pessoas ou não sabem o facto ou estão a fazer uma confusão tremenda e a não levar a sério(umas) ou a achar que é o fim de tudo(outras)

Boa semaana