TRANSLATOR( BLOG OR POST)

7 de out de 2011

Meu país não é um país de merda!

Circulam pela rede mensagens comparando o que acontece no Brasil e no Japão depois de um desastre provocado pelo clima, terremoto e tsunami. Bom, chega uma hora que isso passa do razoável e me dá nos nervos. Foi hoje cedinho que encheu, sabe? O que vai abaixo é uma adaptação de minha resposta a um desses e-mails.
****************************

É flagrante a diferença cultural e o uso de recursos. Mas você tem acompanhado as passeatas no Japão reclamando da demora em arrumar o país onde foi afetado pelos desastres?

A grande diferença é que lá os corruptos tem vergonha na cara e se demitem ou se suicidam e a estrutura  para abrigar os desalojados é imensa, porque eles tem histórico de desgraças maior do que aqui. A tecnologia é superior e o país é menor e isso também pesa. Eles são mal pagos em sua maioria e trabalham como escravos, sem direitos trabalhistas como os nossos. O índice de suicídios ainda é assustador entre jovens por falta de perspectivas. Aqui as perspectivas são imensas porque há muito o que fazer.

Herdamos a corrupção de quem barganhava coisas com os índios, ou dos que buscavam pendurar-se nas tetas governistas desde o império??? A burocracia veio da Europa. Não caiu do ceu. A cura demora.

Mesmo assim não acho que meu país seja de "m... " como diz o texto. Ainda vamos demorar uma centena de anos para agir como um grande país e passar o esguicho nos cantinhos, mas há muita, muita gente batalhadora, lutadora, que trabalha pra caramba. Eu trabalhei muito. Aos 9 anos trabalhava como auxiliar de professora de jardim de infância!! Aos 15 era babá e limpava uma casa enorme para poder estudar. E nunca me achei inferior. 

Esse complexo de inferioridade foi imposto, mas já vimos o mandatário dos EUA vir aqui de penico na mão pedir acordos comerciais ou não? Nossas reservas (tutu, dinheiro)são imensas, já reparou? O comércio interno é fabuloso.

Bandidos há aqui e lá e por toda a parte e os corruptos daqui me enojam, mas apesar disso não podemos deixar de ver o que temos de bom, concorda?

Essa campanha para desmerecer o país só ajuda a diminuir nosso valor e a repassar isso para adolescentes e crianças.

Quem está interessado nisso deve ser alguém que fura o sinal quando ninguém está olhando, sonega impostos, paga contas com atraso, tem parentes pendurados nas tetas do governo, paga um por fora para policiais liberarem a multa, dão um jeitinho pra tirar vantagem, dirigem alcoolizados, pedem favorzinhos, não param para pedestres, estacionam na vaga de cadeirantes, são acessores de políticos e por aí vai.

Eu fico furiosa(e olha a que hora do dia), quando esses brasileiros tão bem intencionados só criticam e nada fazem para melhorar nem que seja a sua rua e jogam merda no ventilador para piorar o que deveria ser melhorado.

Se esse pessoal fosse posto no cabo de uma enxada das 4 horas da manhã às 5 da tarde ou num porto pra descarregar sacos, numa sala de aula ou numa construção de estradas, veria o país por outro ângulo e pararia de reclamar depressinha; iria valorizar o escritório e a loja com ar condicionado, passe escolar, de ônibus, merenda, meia entrada, paisagens fantásticas, clima excelente, amigos, família, férias, ...

Criticar é saudável, mas tem que mudar a vizinhança primeiro, certo? Tem muita coisa errada, mas não só errada!

O país que vou deixar para meu filho é cem vezes melhor do que há 50 anos e vai melhorar ainda mais, se a gente parar de avaliar um país pelos seus políticos e olhar para o povo, que trabalha duro, com responsabilidade, com entusiasmo, em pequenas e grandes empresas, em lojas, em escritórios, em casa.

Somos exemplo de tecnologia, de serviços, de organização, de promoção de eventos esportivos e sociais, de música, de culinária, de agricultura, de pecuária, de pesquisa em neurologia e medicina, em fisoterapia, em pedagogia, em tratamento de queimados, em cirurgia corretiva, exportamos até invenções médicas; somos referência em transplantes, em literatura, em turismo, em hotelaria,...

Tem muito podre, mas por que só olhar o podre? A quem interessa isso? 
***********************

Bom final de semana a todos e vamos melhorar nosso quintal, o que já é um bom começo para mudar o mundo.

12 comentários:

Pitanga Doce disse...

Caraca, caraca! Tá faltando amor cívico! Temos gente boa e competente e sobretudo feliz. O povo brasileiro é feliz, caramba! Isso é mais de meio caminho andado para fazer a diferença desse pessoal de nariz em pé, que está enfiando os pés pelas mãos e querendo arrastar todo o Mundo junto! Boa, tia Clara!

Assino embaixo
Pitanga Doce

Clarice disse...

Pitanga, acredito que as pessoas estão vendendo mensagens sem conhecer o produto. Falta de informação. Viciaram em falar mal do próprio país.
Eu não me canso de criticar, mas também, muito mais, de me espantar com a capacidade do brasileiro de ser criativo, inventivo, e muito, mas muito trabalhador.
Beijos.

Anônimo disse...

PARABENS ! PARABENS! PARABENS !
Adorei este texto. Ate fiquei emocionada e chorei.
Tambem não aguento mais tanto deboche e tanta crítica.
Nosso país é lindo, nosso povo heróico.
Sinto orgulho de ser brasileira. Os corruptos terão sua resposta sem dúvida.
Beijinhos. LÊ

Clarice disse...

Lê, existe um interesse oculto ou total ignorância do que há de bom em nosso país. Há coisas horrríveis, mas há muita gente boa.
Beijos.

São disse...

O Brsail tem todo o futuro à frente, embora com uma herança que não é das melhores.

Mas como diz uma compatriota sua: interessa mais saber para onde vai do que de onde vem.

Bom domingo aí, nesse magnífico país!

Clarice disse...

São, o triste é que os povos, sejam quais forem, são confundidos com seus governantes. Apesar de terem sido eleitos por eles, não são o retrato de gente que luta para viver e sobreviver.
Abraço.

Gloria disse...

Também recebi o tal email. E concordo que não pode haver comparações. São culturas e valores diferentes. Por outro lado, acredito na critica construtiva, as vezes é necessario um cutuque aqui e ali, para se acordar e mudar. Como sempre, um ótimo texto, parabéns. Bjs

Clarice disse...

Glória, tenho uma vocação para Pollyana, mesmo sendo crítica instintiva, mas quando vejo tanta gente esforçada, procurando soluções para tudo, penso que os políticos é que são uma merda. O povo é gente fina.O país é uma maravilha.
Beijos.

Maristela Simões - Produtos Artesanais para Banho e Casa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maristela Simões - Produtos Artesanais para Banho e Casa disse...

Parabéns mil vezes!!! Sou apaixonada pelo nosso Brasil e NÃO o troco por nada, apesar dos maus!!! bjsss

Clarice disse...

Maristela, viva nóis, né? Tem gente que olha o páis de luneta.
Volte mais vezes, cheirosa!
Abração.

Gloria disse...

Pollyana! A quanto tempo não ouço(leio) esta referencia. A turma de hoje não leu este livro.