TRANSLATOR( BLOG OR POST)

7 de abr de 2011

Um dia cheio de tristeza

Imagens para melhorar seu dia.

Nada que vá compensar essa tristeza pelo absurdo que ocorreu no Rio de Janeiro, mas para suavizar um pouco o dia.

Não anotei quem mandou, mas agradeço.

5 comentários:

Gloria disse...

Pois é, a gente acha que isso só acontece na casa do vizinho e de repente... Já observou que apesar de toda tecnologia,avanço, desenvolvimento e tal, a cada dia as pessoas estão mais loucas e cruéis? E que a grande maioria não tá nem aí? Uma coisa que me assustou dia desses: um dos nossos novos colegas de trabalho, que passou num concurso apertadissimo, surtou e no frigir dos ovos é esquizofrenico. Conversando com a assistente social da nossa sede, ela me disse que tem uma turma grande, no meio dos novos, admitidos no fim do ano passado, que tem a mesma patologia.Fico com uma dúvida: quanto mais inteligentes, mais sucetiveis a disturbios mentais? Não se pode discriminar, concordo,mas até aonde podemos ficar expostos a possiveis surtos dessas pessoas? Abraços

Pitanga Doce disse...

Pois eu já acho diferente. Depois de halloweens e o caraças, ainda tínhamos que copiar isso também???
Na minha crônica do jornal que escrevo ( do lado de lá) ainda comentei que não sabia o porque de tantas esquisitices com o Obama se não era aqui que aconteciam os atentados ás escolas secundárias. Porra! Devia ter ficado calada!

Anônimo disse...

Tenho um vizinho que é esquizofrênico. É um excelente rapaz quando está bem. As vezes surta e fica perigoso. Da última vez queria matar a mãe convencido de que estava possuida pelo demônio. Ouve vozes que lhe passam instruções. Sempre converso com ele e procuro dar atençao e solidariedade. Tenho muita pena; ele me disse que gostaria muito de morrer pois não aguenta mais.
Muito triste. Queria ajudar mais; mas é tão difícil
Beijinho Lê.

Anônimo disse...

Lindas fotos querida.
Que mundo maravilhoso !! Lê

Clarice disse...

Glória, a mente humana é uma incógnita. Não canso de me surpreender com a capacidade desse pedaço de geleca de dentro de nossas cabeças. Junte a isso doença mental, consumismo, radicalismo religioso...
Nada está longe demais de nós.
Abraço e bom final de semana.

Pitanga, sobre o Obama, faça ideia se matam esse cara no Brasil.
Quanto á tragédia, hámuito o que descobrir e muito o que lamentar.
Agora cada um fica se perguntado: e se tivesem feito isso e aquilo? Nada consola. É tempo de corrigir e acreditar que risco existe em todo os lugares.
O cérebro de um doente mental não tem a nossa lógica dita normal. O que para nós foi uma tragédia para ele e outros pode ser só uma hisorinha que ele precisa organizar e cumprir. Esse do caso do RIO era uma bomba ambulante.
Fico muito triste pelas famílias, crianças e adolescentes que érdetam seus entes quertido, fico triste pelo oba oba que está surgindo e pelo radicalismo. Pelas consequências emocionai para todas as crianças. É preciso estimular a que falem, discutam, perguntem
Abraço

Lê, você tem razão. A mente deles não tem nada a ver com a nossa. É outro mundo. Imagine jubtar a isso tudo o que existe na TV internet, radicalismo religioso, culpa, traumas. Aos ditos normai cabe zelar, mas é triste perceber que somos vulneráveis e não somos aim tão inteligentes como pensamos. Contra a dor não podemos fazer nada a não ser dar tempo. Deixar que as crianças saibam e conversem sobre o asunto é muito importante, para que não guardem emoções ruins.
Abração e bom final de semana.