TRANSLATOR( BLOG OR POST)

19 de jun de 2010

AS SETE VIDAS DE UM BICHANO

Foram três semanas de muita correria, muita dedicação, muitos exames, consultas, retornos, coleta de sangue, agonia, aplicação de remédios, seringas e mais seringas de comida na boca, soro, comida para animais em risco, muitos telefonemas, muitos veterinários envolvidos, desde o clínico geral até o oncologista,  dois radiologista, dois especialistas em ultrassonografia, laboratorista, cirurgião, anestesista, antigo veterinário. Muitas  madrugadas feito um zumbi enfiando comprimidos goela abaixo do pobre bichano. Eles trocavam telefonemas e se reuniam para tomar decisões. E eu fingindo que levava tudo numa boa, discutindo alternativas, enchendo todos de perguntas.

A cada volta para casa eram mais dúvidas que certezas. Sempre e só um dia de cada vez. Ele perdendo peso(foram 2,4Kg que emagreceu) e eu quase perdendo o rumo.

Hoje, finalmente, parece que alguém encontrou uma vida de reserva das sete que são dele e sobreviveu a uma cirurgia para implantar sondas esofágicas para alimetá-lo e para extrair material de um tumor descoberto grudado nos pulmões. É o que o impede de respirar e que estava apagando sua luz.

Ainda é cedo, muito, muito cedo para qualquer grande esperança, mas só o fato de ter resistido à anestesia já é um grande feito. Assim, ele está aproveitando essa vida extra, que será usada para eliminar os malefícios do tumor, seja com quimioterapia ou o que for.

Ele exije de mim muitas providências então minha passagem pelo computador é a jato, mas em breve, confio, terei o tempo que cada leitor e amigo merece.

Obrigada pela solidariedade e muitas alegrias a todos.

Na foto, quando se escondeu na mala e me fez procurá-lo por todos os cantos.

12 comentários:

ManDrag disse...

Embora não sejam de todo notícias completamente tranquilizadoras é um alívio saber que os vossos destinos estão recuperando um rumo de esperança.

A saúde do teu pequeno/grande amigo e a tua coragem continuam nas nossas orações.

Abraços

Anonymous disse...

Estou torcendo por vc. Que logo tude volte ao normal. Conte comigo. Beijinho. Lê.

Mauro Castro disse...

Não tem como não se apegar numa belezura dessas. Sorte a todos ai na ilha.
Há braços!!

Ângela disse...

Muitas energias boas para vcs Clara!!

Beijosss fica bem viu!!

AVOGI disse...

aos poucos tudo voltará ao normal com calma e muito amor. kis :(

São disse...

Fico contente com as novas aqui trazidas.

Desejo de coração que as boas expectativas se confirme.

Um festa a ele e um abraço a ti.

Gloria disse...

Por aqui eu e os 17 bigodes, continuamos torcendo.Boa Sorte, Força e Paz. Gloria, Lola, Miu,Nina, Serena, Maneco, Pepe, Queixinho,Neguinha,Bolinho, Caco, Lelo,Elvis,Perninha,Leão,Neguinho, Cida e Mingau.;)

W.Henrique disse...

É isso aí, Clarice. Nós também vamos na torcida para que tudo volte ao normal ou, pelo menos, perto disso. Enquanto isso vamos contando os pontos que vens acrescentando à tua paciência, ao teu excepcional caráter e ao teu amor a estes nossos irmãozinhos, qualidades que fazem de tí uma figura realmente notável.

Um abraço fraterno do
W.Henrique

Michel Saer disse...

Gracias Clarice por tus amables palabras. Ese gato es tuyo? Qué edad tiene? Un abrazo.

Clarice disse...

A todos obrigada pela solidariedade e carinho.

Estamos em fase de tratamento intensivo e muitos cuidados, medicação nova, alimentação por sonda e vamos acreditando na sétima chance.

Nunca chamo meus bichos de filhos, mas sou responsável por eles então o mínimo é atender suas necessidades e dar muito carinho em troca de tanto que nos dão, não é?

Michel, sim , é Orfeu e tem 6 anos e meio.

Abração a todos e fiquem bem

Mari disse...

Orfeu tem um olhar mt doce, Clarice. É um belo felino. Beijos

Flor Baez disse...

Clarice, eu também tenho três gatinhos: Devendra, Indra e Lakshmi.
Devendra está com uma doença mjuito grave, esporotricose no nariz. Mas graças aos deuses, não estourou.
Dou remédio todos os dias a ele, há mais de um ano. Quando amamos os bichos abrimos mão de muitas coisas, né! Mas sou muito feliz com eles. São meus melhores amigos.