TRANSLATOR( BLOG OR POST)

28 de mai de 2010



Trouxe este lá do blog do Vizinho. Um blog para visitar agora mesmo,

4 comentários:

ManDrag disse...

Infelizmente, tão recorrente quanto a circulação desse terrível vídeo pela net é a realidade que ele retrata.
Poderia tecer muitos comentários e ilações sobre a agonia que essas imagens inspiram. Mas vou ficar por um... Até quando???

Abraço e bom fim de semana

Clarice disse...

Mandrag, li em algum lugar que o inimigo vence quando deixamos de lutar contra ele. Quem sabe alguém precise ver isto para se reconhecer.
Bom final de semana.

novavidanovelhomundo disse...

Eu por aqui de novo!
Sabe que eu tenho 24 anos, e passei mais da metade da minha vida me achando súper diferente dos meus pais? Quase uma geracão espontânea. rsrs E só há poucos anos identifico tanto deles dentro de mim. Pra completar a história, às vezes me vejo namorando meu sogro, e não o filho dele. rsrs Tudo isso pra dizer que somos muito mais passado do que do presente, e que a responsabilidade de se educar alguém passa longe das escolas (como muita gente gosta de crer), é processo contínuo e delicado.

Clarice disse...

Mariel, volta e meia eu me surpreendo sendo tal e qual as coisas que eu dizia não gostar em minha mãe.
A lição que todos os pais deveriam receber assim que nascessem seus filhos é a de que eles observam e captam até pensamento. Quanto mais atitudes!
Abração.