TRANSLATOR( BLOG OR POST)

18 de mar de 2010

Ela vai te pegar!

 Apesar de todos os cuidados( há quem diga que eu até exagero), um belo dia ela vai te pegar com a guarda baixa e te derrubar. Não tem como achar o vilão em meio a tantos cuidados.

Assim foi que na terça-feira, depois de duas horas me dobrando em duas, eu me rendi e passei a noite no soro e morfina para dar uma rasteira em mais uma tentativa de me derrubar.

O que é o que não é?  Entre gemidos, muitas chamadas da vizinha com cólica renal para o Mr. Hugo, ronco do habitante que foi tirar a pedrinha do rim(o que roncava aquele cara!), raios x e jalecos coloridos, definiu-se que bastava uma noite. Nenhum bisturi à vista. Ufa!

Alguém conhece simpatia para descolar essa mandinga de mim?  Deve ter alguma coisa muito boa para acontecer. Que coisa!

Sim, sim. Muita água de coco, chá e dietinha básica.

E para comemorar, um dia de céu azul de dar gosto. 

A foto veio daqui.

8 comentários:

Pitanga Doce disse...

Cólica renal? Tá brincando? Isto dói que só um cão! Tive uma coisa dessas imagina onde? Pois é . Lá em PT assim que cheguei e me roubou uns cinco dias de férias porque o antibiótico que tomava (tive infecção também que não sou menina de poucas merdas)me deixava chapadona e eu não podia dirigir.

Ô Clarice! Eu vou te indicar um pai de santo que tem aquele caboclo "papa c." conheces? Porque tu tá com uma urucubaca do caraças, ó filha! Já viste o comentário abaixo? Deve ser falta! hehehe

Melhoras e te gosto. Só vc pra me aturar!

Clarice disse...

Pitanga, a cólica renal era dos vizinhos. A minha era barrigal mesmo.
A morfina é mesmo de flutuar. Horrível!

Obrigada, menina. Guardo-te no coração.

Aqui falta mesmo, mas melhor só do que com um caco, né?
Beijos.

São disse...

Bom, a tua situação não era agradável, mas cóloca renal é uma dor perfeitamente horrorosa: já sofri três.

Que estejas bem e feliz final de swmana, linda.

Clarice disse...

São, ninguém nasceu para sentir dor, não é?
Vamos indo conforme a batucada, obrigada.
Abração.

W.Henrique disse...

Ô menina, e agora, como estás ? Essas cólicas sejam elas renais ou outras provocadas por cálculos são terriveis. Eu também já entrei na morfina, dois meses após a minha cirurgia cardiaca, provocada por cálculos que proliferaram na minha bendita vesícula biliar. Outra cirurgia dois meses após uma que durou 8 horas. Espero sinceramente que estejas melhor . Essas dores são horripilantes.

Abração

W.Henrique

Clarice disse...

Waldemar(despachei sem terminar):
obrigada pelo carinho e solidariedade.
Abração.

Clarice disse...

Waldemar, eu procuro não ficar prestando atenção só nisso, mas depois daquele corte radical, dores abdominais por mais de 3 horas me deixam de cabelo em pé.
Temos sorte de haver recursos sem limite, mas enquanto estou na emergência só penso em sair de lá e chegar em casa.

Um pensamento que me ocorreu enquanto ouvia gemidos e barulhos de doentes passando mal nos outros cubículos é que todas as pessoas deveriam passar uma noite numa sala de emergência, de qualquer clínica ou hospital. Isso coloca nosso ego no lugar certinho.

Antón de Muros disse...

Ola, veño do blog de São, Clarice :-)

Gustoume o teu comentario sobre o vindeiro outono. Eu tamén agardo ese tempo...

Saúdos dende un pouquiño máis ao sur.

Antón.