TRANSLATOR( BLOG OR POST)

17 de out de 2009

A Palavra é...

A palavra retrata como nenhuma outra da língua portuguesa, a situação de muitas instituições, estados, países. Está na moda em todos os canais de televisão, em todos os horários.

Você, por acaso, sabe a origem da palavra esculhambação? Confesso que há alguns anos descobri e deixei de usar. Muito embora eu solte o verbo de vez em quando, fico meio sem graça tanto de falar como de ouvir.

Procurei um dicionário etimológico na rede, mas só comprando. Então encontrei esse blog com um post de 2007. Que ninguém se surprenda: a esculhambação já vem desde a invasão da terra brasilis.

"(...)Quem não conhece as dimensões continentais da nossa esculhambação? Dizer de onde saiu a palavra é um pouco mais difícil. Ninguém discute que se trata de um brasileirismo. Também parece evidente que nasceu por formação expressiva em torno de um tabuísmo, um palavrão. Mas qual? Filólogos eminentes se dividem – e os leitores sensíveis devem entender que não há forma polida de dizer isso – entre o “cu” e o “colhão”.

Silveira Bueno está no primeiro time.Registra: Esculhambar – Desmoralizar, achincalhar, quebrar, arrebentar. É termo da gíria brasileira e primeiramente foi fecenino (sic), arrebentar as nádegas, o cu, a pancadas.

José Pedro Machado concorda com ele. Antenor Nascentes e Antônio Geraldo da Cunha, não. Nascentes, como registra o Houaiss, atribui ao verbo “esculhambar” o sentido primitivo de “ficar com os testículos (colhões) feridos de tanto andar a cavalo”.

Conclui-se, sem dificuldade, que não há nada que brasileiro não consiga, desculpe, esculhambar.

O texto completo está numa página deste blog. Paragrafei para facilitar, não para bagunçar.

O sic é da autora, eis que a palavra correta é "fescenino". Silveira Bueno que despeça seu revisor.

5 comentários:

São disse...

Oara veja-se só o significado de alguns termos: nunca me passaria pela cabeça...

Um grande abraço.

Clarice disse...

São, para você ver. Cada coisa que soltamos da boca, hein? hahaha!
Abração e boa semana.

São disse...

à falta de mais uma lição , aqui vai o meu abraço.

telhadotiago disse...

É, até pode ser, mas tem muito lugar pior que nosso país por aí... Esculhembam bem mais.
Mas, quanto a etimologia das palavras, acho fantástico. Sempre que posso, dou uma pesquisada pra saber de onde vieram alguns dos termos usados frequentemente por mim e pelas pessoas da minha volta...

beijo,
Tiago

Clarice disse...

São, andei meio desanimada com o computador e afundei em livros. Obrigada pelo carinho.
Beijos.

Thiago, a intenção nem era apontar para a situação da terrinha, mas para o palavrão que usamos a torto e a direito.
Passarei em tua sala em breve.
Beijos.