TRANSLATOR( BLOG OR POST)

9 de abr de 2009

Catando ovos


Para quem acredita em Jesus Cristo, muita fé. Mas nada de ficar beijando estátuas e crucifixos cheios de micróbios e babas alheias, que isso é de uma ignorância de dar dó.

Para quem acredita em coelhinho, faça um ninho e fique esperando, esperando, esperando... que coelho não bota ovos. Se é que você ainda não desconfiou.

Para quem tem criança em casa e gosta de passar essas tradições, brinque de esconder os doces e ovinhos e faça todo mundo sair catando entre as folhagens, na grama. Se não acharem ovinhos, pelo menos vão encontrar aquele teu pé de meia perdido há uns cinco meses.

Para quem acha que feriado é pra ficar de papo pro ar, é bom não esquecer de abastecer a geladeira, que papo pro ar e vazio não dá certo, não.
Não abuse de chocolates, mas se abusar, aquele chazinho desintoxicante de cabelo de milho, salsinha e funcho até enjoar.

Pra quem vai pegar estrada, nada de bebida antes de dirigir. Não encha a pança, que isso dá um bruta sono. Calibre pneus, verifique o estado deles, abasteça o tanque(pelamor, né?), se os limpadores de parabrisa estão funcionando.
Muito protetor solar, água e frutas pra macacada toda que for junto.
Não precisa voar, que não é feriado de urubu. É de Páscoa, certo?

Vai de ônibus? De trem? De avião? Leve cópia de seus documentos, não os originais. Viaje sem jóias. Pra que chamar a atenção?

Guarde os trocados em diversos lugares da mochila, debaixo do pé, no bolso de trás da calça. Sabe como é.

Não esqueça os remedinhos básicos.

Vai visitar parentes? Não deixe em casa o saco de paciência, que fica pendurado atrás da porta, usado nas visitas da sogra e daquele vizinho abusado, nas ligações de marqueteiros.

Os bichinhos ficarão em casa? Alguém precisa dar uma olhada neles. Dar comida e água. Se forem gatinhos, nada de levar pra casa dos outros; melhor deixar no cantinho deles e encarregar alguém para espiar.

Aquela lâmpada da varanda que fica acesa o dia inteiro...hum, aviso de que não tem ninguém em casa.

Vai viajar de carona? Com a garotada toda num carro só? E todo mundo vai acampar? Tenho pena de você, viu?

Para quem acredita que esse calor de verão vai continuar e que Floripa é um bom destino, melhor ir pra Santos, Fortaleza, Recife, Roraima... Já tem gente demais aqui. Repara, não, mas é que a gente tá precisando de um pouquinho de sossego.

Escolha um bombom e dê para aquele menino mais pobrezinho que você. Mesmo que isso não tenha nada a ver com Páscoa e esse barulho todo.

No mais, descanse, descanse. Respire fundo. Caminhe. Faça uma comida diferente. Durma. Converse muito. Reflita um pouco sobre sua vida e decisões. Beba e coma civilizadamente e só comece a pensar em trabalho na segunda-feira. Pra que estragar o domingo, hein?

Bom feriado para todos.

O pintoelho veio daqui

7 comentários:

salvoconduto disse...

Bom feriado por aí também!

Clarice disse...

SalvoC, há sol, o que é muito bom. Chocolate nunca se dispensa. Vai ter barulho de família, mas Páscoa é só uma vez ao ano e Natal demora a chegar. Abração.

Pitanga Doce disse...

Clarice, estou procurando um urugaio que se perdeu durante o Jornal Nacional. Está aí com você ("tipo assim") hospedado na tua varanda?

Argentinos e Uruguaios!

Só uma perguntinha: cabem todos na ilha? hehehehehe

beijos e Boa Páscoa!

Clarice disse...

Pitanga, vou espiar debaixo da cama. Pode ter caído.

Abraços e boa semana.

W.Henrique disse...

AffffMaria, Clarice. Com todos estes conselhos e preparativos, eu, que iria debandar por aí com a familia, cheguei a conclusão que não vale a pena. Num acôrdo coletivo, ficamos todos em casa (do vovô, é claro), saboreamos um belo galeto acompanhado de uma massa divina e depois......bem depois aquele descanso, vendo o futebol porque, afinal, ninguém é de ferro. Eita !!!!!!!!!!!!!!1

Abraço
W.Henrique

Mauro Castro disse...

Passei o feriado em casa, bem quietinho, mas bem que podia ter ido para Florianópolis, atormentar a amiga...
Há braços!!

Clarice disse...

W. Henrique, nosso cardápio só variou para o inhoque. Italianada atualizando conversa e aquele pudim de leite da Tia Bugra, que sempre faz suceso.
Abraço.

Mauro, bajulando a coelhinha e comemorando mais um aninho. Quer mais motivo pra comemorar?
Abraço e parabéns de novo.