TRANSLATOR( BLOG OR POST)

19 de mar de 2009

Mensagem para Você


"A líder do movimento pró-democracia e ganhadora do Prêmio Nobel da Paz, Aung San Suu Kyi passou mais de 13 anos presa pela junta militar da Birmânia (ou Mianmar). Ela e milhares de monges budistas e estudantes estão presos por protestar pacificamente a ditadura militar brutal do seu país.

Esta semana temos a oportunidade de ajudá-los - mesmo à distância.

Mesmo correndo um enorme risco ativistas da Birmânia se pronunciaram esta semana pedindo a libertação imediata de Aung San Suu Kyi e de todos os prisioneiros políticos do país. Eles apelaram também pelo apoio da comunidade internacional pois só assim eles terão chances de combater a junta militar.

Com a crise econômica a assistência humanitária internacional é cada vez mais necessária na Birmânia, portanto os generais estão se tornando mais vulneráveis à pressão internacional. É aí que nós entramos, estamos coletando um enorme número de assinaturas na petição para o Secretário Geral da ONU Ban Ki Moon, pedindo que a Birmânia se torne uma prioridade da ONU. Assine a petição no link abaixo e depois divulgue esta campanha para todos os seus amigos.

Os ativistas da Birmânia querem coletar 888,888 nomes para a petição. O número 8 tem um simbolismo importante na cultura deles e a junta militar é extremamente supersticiosa. Como a situação deste país não é divulgada na mídia internacional, precisamos divulgar esta campanha para o maior número possível de pessoas para alcançar esta quantidade massiva de assinaturas.
O aumento da pressão internacional está funcionando, em dezembro 112 ex-presidentes e primeiros ministros de 50 países enviaram cartas para o Secretário Geral da ONU Ban Ki Moon pedindo para ele pressionar a junta pela liberação dos prisioneiros políticos. Em fevereiro, 20 prisioneiros políticos foram soltos logo após a visita de uma delegação da ONU ao país.

A junta militar teme as consequencias da mobilização online coordenada e sua influência sobre a ONU: mais de 160 exilados da Birmânia e grupos em 24 países estão participando da campanha. Porém ainda precisamos de um grande número de assinaturas para chamar a atenção do Sr. Ban Ki Moon.

Clique abaixo pelo fim das prisões e da brutalidade militar:
http://www.avaaz.org/po/free_burma_political_prisoners

Este é um momento em que podemos fazer a diferença. Vamos apoiar os corajosos ativistas pró-democracia da Birmânia que hoje estão presos e exilados, para que eles tenham sucesso em acabar com a violenta repressão militar do seu país.
Com esperança e solidariedade,
Alice, Ricken, Pascal, Graziela, Veronique, Iain, Paul, Luis, Paula, Brett e toda a equipe Avaaz"

4 comentários:

Mauro Castro disse...

Beleza, Clarice, tô indo lá dar uma força.
Há braços!!

Clarice disse...

Mauro, valeu mil!

São tantas as desgraças que para assinar tantos pedidos precisaria de um dia inteiro, mas o pouco que se faz, deve contar para alguma coisa.
Bom para descontar do carma. Carma,homi!

salvoconduto disse...

Já lá fui deixar o meu.

Bom fim de semana.

The World of Carate disse...

Olá aqui esta muito bonito lindo de Antonio de uma passadinha la no meus blog e deixe um comentário ai da para eu voltar aqui Antonio fique a vontade la.

http://oblogdasnoticias.blogspot.com/

http://curiosidadesdoplantaterra.blogs.sapo.pt/

Que Deus te abençoe Antonio