TRANSLATOR( BLOG OR POST)

30 de jan de 2009

Precisando de motivos para ser feliz?

Bem aventurados os que compreendem que ainda que meus olhos brilhem, minha mente é lenta.

Bem aventurados os que me escutam, pois eu também tenho algo a dizer.

Bem aventurados os que me amam como sou, tão somente como sou, e não como eles gostariam que eu fosse.

Extraído de “Informaciones para padres de niños e jovenes com necessidades especiais” Serrano J.A.

**************************
Enviado por Mara Regina, uma pérola de mulher, já citada aqui . Uma pessoa que cuida de desenvolver e amar crianças com necessidades especiais e que passa por uma difícil recuperação de cirurgia na coluna. Melhoras, Mara!

**************************
Na foto, Henriquinho, filhote de Graziela, netinho de W. Henrique. Um menino também já apresentado aqui , que nasceu com espinha bífida e que, contrariando a medicina, está aí cada dia mais lindo e bem cuidado, participando da vida com a maior intensidade. Joga futebol e está aprendendo a batucar numa banda. Saiu ao vô ou ao tio?

6 comentários:

todoyda disse...

A vida nos mostra milagres todos os dias e nos recusamos a vê-los.
bjks
Cristiane

anareis disse...

Estou fazendo uma campanha de doações para criar uma minibiblioteca comunitaria na minha comunidade carente aqui no Rio de Janeiro,preciso da ajuda de todos.Doações no Banco do Brasil agencia 3082-1 conta 9.799-3 Que DEUS abençõe todos nos.Meu e-mail asilvareis10@gmail.com

W.Henrique disse...

Oh, Clarice, não raras vezes tens o dom de emocionar as pessoas através do teu blog. Juro que, ao ver este presente tão lindo eu fui às lágrimas . E não sómente eu. Todos que viram a matéria ficaram profundamente emocionados. Obrigado, Clarice, por mais este ato de carinho e de afeto. A Gra e o Guto, os pais da figura , também estão muito gratos .

Um beijo

W.Henrique

São disse...

Querida Clarice, bem hajas : aquilo que dizes nos comove muito!
Um abraço apertado por cima do oceano.

Clarice disse...

Meus comentários de resposta sumiram!

Cris, é mais ou menos como uma paisagem bonita que se vê todos os dias. Se não ficar atento, passa a não ver os detalhes.
Beijão.

Ana, já trocamos mensagens enquanto meus comentários se esfumaçavam. Breve seguem alguns livros.
Abraço e parabéns pela iniciativa.

Waldemar, esse menino(caramba, já tem 13 anos?) é um lembrete permanente de que possibilidades e dificuldades às vezes são sinônimos.
Que melhor lugar e que melhor família ele poderia ter a não ser essas pessoinhas especiais que vocês são?
Estale uma beijocas nas bochechas de Graziela por mim.
E pare de chorar ou eu vou me achar responsável. Se é pra chorar, que seja de alegria.
Beijão a todos.

Clarice disse...

São, a emoção está em quem lê. Eu só abro a janela.
Beijos.