TRANSLATOR( BLOG OR POST)

28 de dez de 2008

Avisa aí que nóis nun qué

Ângela, uma amiga virtual e de vários papos e comentários chega à minha casa e traz pendurado na corda, bem amarradinho, seu namorado. Uma grande alegria. Coisa boa abraçar e tornar real uma amizade nascida assim quase sem intenção.

Conversa pequena que os dois"coxas brancas" estão doidos por areia. Eles vão primeiro. Sol no capricho, mas muito cedo para uma jovem senhora aposentada.

Dizer que tinha sol era pouco. Ontem foi um dia de encomenda. Mar azul feito um time que eu conheço, praia com gente na medida, e nada de criançada jogando areia, chorando por coisa nenhuma.

O jovem casal desanima do frescobol assim que eu desço a duna."Difícil acertar essa bolinha!", diz ele. Mais fácil sentar na sombra pouca do guarda-sol, que eu chamo de sombrinha e há quem chame de barraca. Barraca!

Bom papo e poucos banhos, que a água ainda não esquentou e vamos levantar os panos, que o casal quer conhecer o restaurante dos bilhetinhos pendurados na parede.

E para provar que ainda faltam vários dias para encerrar essa fase pré-aniversário, a surpresa do dia foi voltar pra casa e descobrir que limparam o carro deles: rádio, telefones, óculos, pasta de trabalho, documentos.

Imagine que final de visita. Imagine minha cara de sem-graça. De fúria. Invadir o carro assim à luz do dia, em frente a um prédio onde não param de entrar e sair pessoas.

Está pensando em dar uma voltinha em Floripa? Se for do bem venha, tranque tudo a sete chaves e faça de conta que nossa vidinha tranqüila já era. Porque já era mesmo! Não vá pensando que porque fica longe do centro, que só porque tem pouco morador a bandidagem não se dê ao capricho de se aproveitar da tranqüilidade.

Tô avisando: tem gente demais no paraíso. Vai-te embora, coisa ruim!

9 comentários:

salvoconduto disse...

Mas esse sol quentinho ninguém roubou, né?

Mauro Castro disse...

Seguinte: na nossa próxima visita, colocamos o carro na tua garagem. hahahaha
Por falar nisso, devemos passar alguns dias ai por essas bandas. Passaremos para tomar um mate na tua "cuia" de porcelana.
Há braços!!

Pitanga Doce disse...

O dia ontem aqui foi todo de chuva e eu A-MEI! Nem acreditei no que via. A cidade fica mais calma e "as ratazanas" ficam nos seus buracos.

É Clarice, eles estão espalhados por todo o país! Até em Brasília que não há praia, tem!

Cristiane A. Fetter disse...

Meu cunhado se mudou para Floripa a poucos anos, mas também já comenou sobre como o índice de criminalidade está aumentando.
É sempre assim, cresce o nivel populacional o o que não presta vem junto, que nem erva daninha.
Logo este lugar que eu considerava um dos poucos paraísos no Brasil.
Estive várias vezes a Floripa, tanto a trabalho quanto a passeio.
Espero que as coisas melhores.
Xô coisa ruim mesmo.
Bj

Anonymous disse...

Hahaha Clara Clara, foi ótimo tudo...até o "assalto" para apreender né hehehe

Escrevi um e-mail para vc! E seguinte já recuperamos algumas coisasss eeeeeee

Bjs feliz 2009, na próxima visita carro na garagem mesmo hehehe

Depois me passa as fotos por e-mail!!

Ângela

Clarice disse...

Ângela: AH!,o lápis enterrado no vaso valeu então!
Estava só esperando sinal de vocês pois fiquei sem telefone para contato.
Espero que vocês voltem muitas vezes, com tempo para almoço e papos até escurecer.
As fotos seguirão hoje.
Que o ano faça essa aliança novinha ser mais que um sinal no dedo, viu?
Beijão para os dois e famílias.

handmade jewelry disse...

how can you write a so cool blog,i am watting your new post in the future!

Clarice disse...

Bye! Bye, smart!

Clarice disse...

Li Jang, what I can say! Come back again!
Thankyou for visit my blog.