TRANSLATOR( BLOG OR POST)

29 de set de 2008

Espécie em expansão(as que nos dão má-fama)

Uma rua deserta. Domingo. Duas horas. Euzinha olhando o mar da janela. O carro passa beeeem devagar. Os passageiros localizam o restaurante. (É a única construção com cara de restaurante na rua, ô coisa difícil!) A motorista decide que quer estacionar em frente ao restaurante. Preguiça domingueira. Segue mais uns 50 metros até escolher onde fazer a volta. Decide fazer a manobra para retornar justo em cima da pocinha d'água. Passa dentro dela com o pneu traseiro esquerdo. Pluct! Pára. Engata a ré.

E aí, senhoras e senhores está a espécie em expansão. Ela consegue colocar o pneu dianteiro esquerdo na pocinha d'água. Que não é pocinha d' água coisa nenhuma. Foi o buracão que o vazamento recém-estancado escavou bem no meio, no meinho da rua. Visível. Escancarado. Quando ela passou deslocou a pedra. No fundo do buraco pura areia.

Descer pra ver o tamanho do buraco e da encrenca, nem pensar! Ela acelera e afunda mais um pouquinho. Água e areia pra todo lado. Com isso o pneu direito traseiro fica no ar. A carona da frente desce. Espia. Sugere alguma coisa e dá um salto digno de picadeiro. A anta acelerou outra vez fazendo chafariz ainda mais alto. E afunda mais um pouquinho. Agora temos duas antas!
Para reduzir o peso a outra carona desce do banco traseiro. O pára-choques dianteiro está grudado no paralelepípedo. A motorista (a de blusa clara)desembarca. Faz a volta no carro. E cruza os braços.

O povo sai do restaurante e vai até lá. Análise profunda(hehehe!) da situação. Sentar ao volante está fora de cogitação. Amassaria o pára-choques. Não tem como erguer a dianteira. Não há músculos pra tanto. Macaco não passa embaixo do carro. Nem mão de criança.

Eu, morrendo de rir, tenho tempo de fotografar a descoberta: antas localizadas no paraíso(sem ofendê-la, senhora dona anta!).

O que você faria, hein? Pra tirar o carro, não com a anta.
Aproveite a viagem para ver isto. É bem velhinho e já passou umas duzentas vezes na minha caixa, mas é de doer de lindo!

6 comentários:

Anonymous disse...

Oie Clara...estou me rachando de rir aqui kkkkk

Que maldade, rir das desgraça dos outros´.

Depois de rir me emocionei com o vídeo...lindo!

Bjs Ângela

São disse...

Bom, não sei que faria, porque até nem conduzo...

O vídeo éuma ternura de comover e só aprofunda a perplexidade que eu coloquei no meu espaço ...

Até breve.

Helô disse...

isso filmado virava blockbuster no youtube!

agora conta pra nós como a anta foi resgatada, conta.

beijo beijo

Clarice disse...

Ângela, a diversão por aqui é pouca. Tenho que aproveitar o que aparece.
Beijos e bonfindi.

São, já estou indo!
Abraços e aproveite o final de semana.

Helô, eu assistia e não acreditava. Se Papai Noel me der uma filmadora eu arranjo uma nova profissão.
Abraços e viva o calor!

mara perolada disse...

hauahuahuahuahaua
isso é de verdade?
sds peroladas

Clarice disse...

Mara, verdade verdadeira. Fotografei de minha janela.
Beijos saudosos.