TRANSLATOR( BLOG OR POST)

5 de ago de 2008

De vez em quando eu toco na tomada

A Terra não se vinga de ninguém, de nenhum povo. Nem corrobora finais apocalípticos previstos em profecias e teorias religiosas. Ela apenas age e reage física, química e astronomicamente. Muito do que se lê em ditos livros sagrados foram escritos após os eventos, para endossar profecias. Muitas profecias são tão genéricas que não há como evitá-las.

Se habitado não fosse este planetinha, nada seria interpretado como desastre, tragédia("Se ninguém ouve o barulho da árvore caindo, o barulho não existiu."). Apenas relato da árvore caída.

Por acaso as crateras da Lua, de Marte, de Júpiter, de Saturno serão cicatrizes de castigos impostos a pecadores? Qual é o deus daqueles lugares?

Que seria dos deuses se não houvesse o raio, o trovão, o vulcão, o incêndio? A religião foi inventada pelo homem para explicar e justificar tudo e a todos. Para ganhar dinheiro e manter o poder. Que estrutura, que montanha de dinheiro para sustentar o esplendor de igrejas e templos, *vaticanos e mecas, enquanto se assiste hipocritamente milhões a morrerem de fome!
****************

Aquele pequeno terremoto nos Estados Unidos foi só um prelúdio. Quando milhares morrerem aparecerá um arauto a gritar em megafones, que aqueles teimosos que insistem em morar onde se abrirá uma fenda, foram castigados por deuses por sua libertinagem.

Contra as forças naturais incontroláveis somos impotentes, mas faça-me o favor de escolher bem onde irá plantar teus alicerces, apanhe sol no rosto, colha a água da chuva com a mão, use o fogo a teu serviço e refresque as idéias com a brisa.

*****************
Puá! Leia mais, pense mais. Sem culpa, sem medo de experimentar um caminho novo.

A mente humana tem tal capacidade e energia que promove fatos ainda inexplicáveis. Não traduza tudo em milagre. Milagre é o fato para o qual a ciência ainda não encontrou o sinônimo, a explicação.

Deixe seu espírito livre e ponha sua mente para trabalhar. Não adote somente idéias alheias, como se não soubesse pensar.

Antes de ajoelhar em frente a gesso e madeira pintada, feche os olhos em sua casa, medite, promova uma limpeza na sua cabecinha.

*****************
Deixe de aterrorizar as crianças com idéias de castigo e vigilância permanentes. Jogue fora aqueles retratos de um deus velhinho e barbudo(se sempre existiu não terá sido com forma humana, pois não?), pronto a estraçalhar sua própria obra caso não obedeça as leis inventadas por humanos. Matar em nome do amor é coisa de mentes desvairadas.

O céu foi inventado para compensar as horríveis experiências humanas vividas por povos oprimidos. O inferno para aterrorizar.
******************

Que mente tacanha colocou um quadro com anjos e outro com demônios no quarto onde dormíamos? Nós, crianças obrigadas a decorar um catecismo e a relatar travessuras como se fossem pecados horríveis?

***************
Até prova em contrário, somos tão transitórios quanto uma planta. Alguns fenecem e deixam idéias, frutos, flores, adubo. Outros passam e roubam a inocência, a liberdade, a possibilidade de. Nada se perde. Mesmo o tempo que se dedica a repensar, a analisar, a procurar. Exercer sua liberdade de pensar é que deve ser defendido, não as idéias enraizadas em terreno alheio. Colha o que cheira bem. Busque luz e não trevas.
**************
É. Hoje eu acordei com a macaca! E isso é só uma amostra de como gira meu pensamento em horas de insônia.

Talvez por que eu esteja eletrizada, incomodada com um pensamento que eu espero esteja absurdamente errado; que não seja premonitório nem profético; que não ocorra, muito embora esteja anunciado com pequenas faíscas de violência. Olho na China! E quem **souber fazê-lo, envie energia positiva para lá. Aos montes. A toda hora.
____________________________________________________________
* Quando eu assisto essas pessoas que escondem milhões em tesouros a proclamar que os pobres e famintos devem ser ajudados, tenho vontade de deixar meu ser agressivo tomar conta de minha casquinha relativamente sociável e dar-lhe um sopapo! Eu morei por 3 anos num internato de freiras católicas e aprendi cedo a diferença entre a caridade e pobreza pregadas e praticadas.

** Feche os olhos, respire calmamente algumas vezes e visualize a China, o desenho dela. Faça votos de paz em silêncio. A energia viaja!

3 comentários:

Helô disse...

ô clarice, eu já ia dizer "desse que tomaste eu quero dois", mas sei não. depois de ler os asteriscos, sei não.

eu assino embaixo. e faço meus votos de paz em silêncio.

beijo para uma boa noite.

salvoconduto disse...

Mais tarde ou mais cedo haverá uma catástrofe em Los Angeles ou S. Francisco.


Já repirei calmamente uma série de vezes, mas não consigo ver paz no mundo. Só quando toda a gente respirar, talvez.

Neste momento a única paz que sinto é comigo próprio...

Helô disse...

Clarice, li um livrinho há tempo atrás que talvez já tenhas lido. Se não, aqui vai minha sugestão: No que acredito, do Bertrand Russel.

Tem uns trechos dele no meu post http://esoumdiario3.blogspot.com/2008/08/no-que-acredito.html#links

Tenho certeza que, como eu, vais concordar com muito (se não tudo) do que ele escreveu.

beijo.