TRANSLATOR( BLOG OR POST)

29 de abr de 2008

Cataploft!


Rede foi feita pra descansar, ler um livro, deixar a brisa atravessar os fios da barra, ninar um cachorrinho, um gato, ajeitar uma preguiça. Certo? Errado!!!!

A distraída aqui conseguiu a proeza de desabar com uma delas embaixo. A alça caiu exatamente desse gancho que você está quase vendo. Tudo porque no mesmo gancho se pendura a vara de metal que enrola o toldo. A dita vara foi retirada para seu mister e eu não vi que a rede havia ficado por alguns fios. Coisa que eu sempre confiro, mas desta vez...o que prova que acidentes não existem. Existe é falta de cuidado mesmo.

E assim, desde sábado, estou mais do que enquadrada na fase do condor. Não há o que não doa da cintura para baixo e não há o que não doa da cintura para cima.

Porque quando eu faço, faço bem feito, sem dúvida. Consegui atingir, no tombo, as duas pontas daqueles ossos que se sente no meio das "nádegas da bunda"(ilíaco?), pois a rede escorregou da alça quando eu já estava com os dois pés sobre ela, quase deitada.
Assim, consegui, numa queda de um metro, deslocar as vértebras que ficam logo onde começa a divisão do cofrinho(ou busanfa) até o cócxis, e comprovar que não estou ainda vítima de osteoporose, ou teria fraturado qualquer coisa dessa região. E nem precisa dizer que toda a extensão do nervo ciático acordou e nunca mais dormiu, prensado que ficou nas tortas curvas das vértebras!
Resta dizer que, após vários analgésicos, noites mal dormidas e massagem relaxante, finalmente, finalmente!!!!a mágica das manobras(quiropraxia) voltou do congresso em Buenos Aires e colocou, não sem muitos gemidos e reclamações cheias de razão, tudo no lugar.
Agora é gelo várias vezes por dia(nas articulações nada de calor, viu?), descanso e paciência. E necas de rede. Pelo menos enquanto sopra esse vento sul cheio de água.

E porque ficar sentada por muito tempo é compreensivelmente complicado, resta visitar alguns blogs por dia, ler algumas mensagens e torcer para que elas sejam pelo menos interessantes. Com as minhas desculpas pela ausência.
Oh! a busanfa da imagem não é minha. É daqui.

8 comentários:

neu disse...

Aiaiaiaiai que dor !
passa gelol que passa.

Pitanga Doce disse...

Ah, assim não vale! Eu já ia dizer mas que bundinha tão pequena quando dizes que não é tua. hahahahahahaaa.

Clarice, meu bem, lembras o que falamos do Guga há alguns dias atrás? Da coragem, do seu caráter? Pois é. Hoje lembrei-me do teu post. Viste o Jornal Nacional? Pois é, né...

beijos

cap disse...

Condor a norte e a sul do equador (cintura) é fogo mesmo.
As melhoras rápidas, Clarice!

Susana disse...

Aproveite para tomar bastante chocolate quente e ficar quietinha em casa, vendo nuvens. Um abraço e melhoras.

Dalva Maria Ferreira disse...

Melhoras, Clarice! Se precisar de qualquer coisa, estou às ordens. No duro.

Clarice disse...

Neu, nos primeiros dias a vontade era entrar na geladeira de uma vez! E você, cuidado onde tropeça, viu? Abraço.

Pitanga, não vi o JN, não sei do que se trata, mas imgino que tenha sido sobre Guga.Boa semana!

CAP, obrigada. Mesmo com dificuldades tenho visto tuas fotos sempre perfeitas. Abração.

Susana, chimarrão, arnica e um ciclone de arrepiar!
Beijos, menina!

Dalva, obrigada.

Berta Helena disse...

Como lamento, Clarice. Mas vais recuperando bem, não é? Olha aproveita para preguiçar e para ler todas aquelas coisas para que nunca temos tempo.

Grande beijinho e rápidas melhoras.

Clarice disse...

Berta,você acorda cedo, hein?
Obrigada pelo carinho. Neste final de semana o ciclone me obrigou a melhorar rapidinho,hehehe!
Beijos.