TRANSLATOR( BLOG OR POST)

7 de jan de 2008

O que você tem com isto?


De vez em quando você ouve falar em carbono zero, ou compensação de emissão de carbono, e fica se perguntando por quanto dele cada pessoa é responsável?

Para saber quanto você joga de carbono na atmosfera e quantas árvores precisa plantar por ano para liquidar sua conta
entre neste site , procure o link, faça as contas, arregaçe as mangas e comece a esburacar, regar e acompanhar as que você espalhar por aí.
Ainda não é a calculadora perfeita. Ficaram de fora algumas atividades que também devem ser compensadas além da locomoção. Mas é um excelente começo. Tem base científica e é tipo uma tomada de consciência numérica, que deve ser acionada cada vez que se entra em um carro, ônibus, trem, navio...

Escolha árvores típicas ou extravagantes, frutífera ou florífera. Não importa. O importante é plantar!

A fotografia veio deste site

6 comentários:

São disse...

ÓI, amiga!
Em Portugal se diz que cada pessoa deve, ao longo da vida, escrever um livro, ter uma criança e plantar uma árvore, sabia?
Embora já tenha feito as 3 coisas, quando puder repetirei...menos a maternidade, claro, porque a biologia é implacável!
Feliz 2008!

Isabela disse...

Interessante o site =D!
É realmente difícil fazer as pessoas plantarem árvores porque, onde há mais pessoas, há menos espaço para elas!
Acho que há outras maneiras óbvias de cooperar, mas que são pouco pensadas. Por exemplo, o uso do elevador.
Você está àcima do peso (é o que a maioria das pessoas acreditam) e energia é um problema mundial. Então... queime gorduras e salve eletricidade.
É tão simples.

Te cuida :D

Clarice disse...

São, aí é que mora o problema: para cada criança deveriam ser plantadas pelo menos 5, hehehe! Sabe como é: metano, fraldas descartáveis que vão para o lixo, gás para aquecer mamadeira, máquina de lavar, ônibus, carona para a escola...
Beijos!

Isabela, primeiro o quintal, não é? Essa dificuldade pode ser compensada plantando pequenas coisas verdes nas varandas, salas, corredores, ou saindo por aí para plantar em terrenos abandonados, ao longo de rodovias, visitar agricultores e doar mudinhas.
Gostei da sugestão do elevador, que eu faço de vez em quando. Como disse a São aí em cima: a idade é implacável e a do condor às vezes é impeditiva, mas eu lembro bem de que essa facilidade de pegar ônibus ou andar de carro foi coisa que eu só ouvi falar depois dos 25 anos. Usar as pernas é ecológico também, não é? E bom para evitar celulite(aqui no km 53 ela ainda não apareceu, o que comprova a teoria.)
Mande mais sugestões.
Beijinho.

BUH disse...

Ano passado a mãe plantou uma árvore na frente de casa!!! Ela já está bem grandinha!
O meu ano novo está ótimo!
E a sua virada como foi!
bj BUH

Berta Helena disse...

Bom alerta, Clarice.
Acho que tenho contribuído um pouco para o meu consumo. O meu quintal é grandinho e recheado de verdes. Mas sei que terei de fazer muito mais, de economizar energia que se gasta sem pensar sequer. Estarei mais alerta, espero.

Beijinhos, Clarice.

Clarice disse...

Bruninha, plantar e ver crescer uma plantinha, de qualquer tipo ou tamanho é uma alegria que se aprende desde cedo. Tua mamãe é sábia.
A passagem de ano foi barulhenta e alegre!
Beijão.

Berta, que grande diferença daqueles tempos em que ser corretamente ecológico era uma alienação e até motivo para risos, não é?
Essas pequenas coisas fazem uma enorme diferença.
Tenho certeza de que teu quintal é lindo!
Abraços.