TRANSLATOR( BLOG OR POST)

15 de nov de 2007

Ói nóis aqui no escurinho, ói!


Interrompemos nossas transmissões de e-mails, comentários e leituras de blogs, para dar tempo a que alguém, por favor, habilitado, explique como acontece isto:

Há mais de três horas e meia com ventania. Não. Não é ventinho daquele que como diz o povo daqui "cai"de vez em quando. É vento para ninguém reclamar. Frio. Saímos ontem de blusinhas regata para casaco de lã hoje. Todas as vidraças e portas fechadas, temperatura que levou meus gatos para debaixo do cobertor e me deu a desculpa de que eu precisava para tomar uma taça de vinho argentino(vá lá, que o vinho pelo menos é razoável!) no almoço.

Nem o frio nem o vento me constrangem. O que me deixa cabreira é que, como sói(eta palavra besta, sô!)acontecer quando venta ou chove demais da conta, falta energia elétrica. Há duas horas, pelo menos. Então há duas horas o telefone com secretária começou a pipipipipipar a cada 15 minutos. Não me falta vontade de dar-lhe um piparote, mas estou tão pasma com essa coisa para a qual quero explicação, que até esqueço da mardita.

Compreende? Como pode?(Ói a tal secretária pipipipparando de novo, a cretina!). Eu dizia, como pode? A lâmpada incandescente mal que mostra um amarelinho de nada. Nem chega a incendiar-se. Digamos que ela está em uma fase das tantas que tem. E eu aqui a digitar, sem interrupção. De onde aparece essa energia elétrica, hein? Concentra numa tomada só?

Eu posto e digito e leio mensagens e abro anexos e com a palavra na mão, que de repente ela apague, né? Mas nada! Continua firme.

Que é isso, hein? Tá tudo numa tomadinha só?

Isto posto e etecétera e tal, melhor salvar essa joça antes que eu perca tudo e fique com cara de tacho. Mas que to cabreira, ah isso to e não nego.

Algum eletricista, engenheiro ou entendido dessas coisas na linha?



daqui veio a imagem. Que nome esquisito para um site!

5 comentários:

São disse...

ÓI!
Espero que tenha voltado a luz para toda a casa, amiga!
Obrigada por tuas palavras lá na minha casa!
Fica bem!

Pitanga Doce disse...

Huuum, digamos assim, uma espécie de "poltergeist"? hein, hein?

W.Henrique disse...

Óh, Clarice, digo, Escurice -he,he,he...desculpe a brincadeira.É chato ficar no escuro né? Não sei te dizer o porque do fato. Vou perguntar a uns
amigos entendidos disso e te dou as explicações depois.

Abraços escurecidos

Waldemar

Clarice disse...

São, já estamos acesas(rs).
Aquelas fotos são de uma lindeza só!
Abração.

Pitanga, já vi acender uma só lâmpada incandescente em toda casa enquanto o bairro todo está às escuras.
Buhhhh!
Abraço.

Waldemar, deve existir uma explicação técnica(vou esperar tua resposta), mas eu rindo à toa e tentando acender lâmpadas pela casa toda, depois de descobrir que o computador nem piscou, caramba! não tem preço. kkkkkk
Abraço.

Pitanga Doce disse...

É que só pagaste a metade da conta da luz. hehehe