TRANSLATOR( BLOG OR POST)

31 de mar de 2007

Para esquentar a conversa


Tem gente que não sai disso. Pintou festa, fala em churrasco, apareceu visita, acende a churrasqueira. Tem gente que gasta metade do que ganha com o tal churrasquinho de final de semana. Teve um gringo(leia-se argentino) que alugou por um mês um apartamento no condomínio onde eu morava. Na primeira semana era um suplício. Lá pelas 11:00 horas começava aquele cheirinho tipo desenho animado: direto para meu nariz. Às 21:00 horas tinha repeteco.

Depois de duas semanas a gente já se perguntava quando ele iria embora. Ao final do mês tinha gente rogando praga.

E de churrasco, religião e política só tem especialista. Até americano se mete a besta e chama de churrasco aquela coisa queimada em cima de labaredas. Tem um cheff que coloca lascas de madeira na carne para dar sabor. Coisa de louco! Quer ver um papo amortecido se inflamar? Fala sobre teu jeito de fazer churrasco. Logo vai ter uma dúzia de jeitos diferentes e sempre o jeito dos outros é melhor que o seu, com certeza!

Aqui em casa tem o seguinte: deu palpite, assume o fogo!

É raro acontecer churrasco porque é um desperdício de carvão para uma pessoa, sou criativa para cozinhar e não como só carne, então aproveito quando tem filho na mesa ou visita por aqui. E sai nos trinques, sim senhor. Claro que eu sempre acabo com perfume de lenhador perdido na montanha. Uma nhaca de fumaça que me manda pro chuveiro depois de almoçar. Mas eu me garanto e não sei, sinceramente, por que tanta discussão em volta desse prato.


Quando você come churrasco prefere aquelas lasquinhas de carne do lado de fora, tostadinhas, escurinhas, cheirosas, que pegaram todo o calor da brasa e aquele cheirinho que sai dela(da brasa) quando pinga a gordura em cima, faz aquela fumacinha, deixa a carne quase defumada no fogo, com um tantinho de carne ao ponto? Ai, meu Zeus! Que tortura!


Vai daí que ouvi isto de um médico, cientista e pesquisador. Isto me fez deixar de disputar a carne mais que bem passada do churrasco e partir para uns costados internos: cada 100 gramas de churrasco como esse descrito no parágrafo anterior, equivalem a 200 cigarros fumados direta ou indiretamente.


Não fique triste! Tudo é uma questão de equilíbrio. Depois da carne, encha-se de vegetais!


E isto veio de uma nutricionista: a pior mistura que se pode fazer num churrasco é comer carne com salada de batatas ao molho de maionese. É quase um atentado. Regado a cerveja gelada então é receita para dar para a sogra. A gordura da carne enrijece e demora mais para diluir e digerir com gelados. Entendeu agora aquela indigestão depois do churrasco? Aquele sono besta?Não tem nada a ver com aquele pão ao alho(invenção horrorosa para economizar carne que serviram por duas horas antes do churrasco. Horror dos horrores, já tem esse pão pronto para assar no supermercado.)


E por falar em cerveja, se chegarem visitas de última hora ou se a macacada tá bebendo mais do que sua geladeira dá conta, tem jeito de servir a amarelinha sempre no ponto.
Esqueça aquela história de encher a geladeira com latinhas e mais latinhas três dias antes. É um desperdício de energia e não funciona direito. Caixa de isopor também é furada. Isto não é palpite, foi testado em laboratório. O jeito de gelar latinhas de cerveja(normais) mais rápido é colocá-las num recipiente com água, gelo e...sal!


Quê? Achou que eu iria terminar sem um palpitezinho que fosse sobre churrasco? Taí: jamais fure a carne. Isso é um crime contra o sabor.


As fotos: veio daqui a do churrasco;

a da cerveja daqui, com um texto bem interessante.

3 comentários:

Bruna Castro disse...

oi!!
Clarice, estou muito triste porque não estou tendo muitas idéias para escrever, e não estou postando nada!!
e o meu blog está ficando largado...
Eu entro sempre que consigo na internet, mas não tenho mais idéias. Por isso não tem mais nada lá.
Não li todo o seu post, mas volto para ler melhor, OK?
Eu já tive duas provas, e várias matérias novas.... Essa coisa toda(de começo de ano)
E uma perguntinha: o que é aquele bichinho, andando para lá e para cá ali em baixo?
Beijinhus
Bruna

Bruna Castro disse...

E mais uma coisinha...
o que sig nifica aquele site (de alguem) diferente qu tbm tem o seu blog?
http://avessoedireito.blogspot.com/feeds/posts/default
bj
Bu

Clarice disse...

Bruninha, isto é o que se chama "dar branco". Tem escritor que se descabela e perde o sono quando passa por issso. A folha branca encarando e nada de idéias!
Não se preocupe, isso passa!
Que tal você contar no seu blog alguma coisa sobre Porto? Eu sei que tem lugares lindos, então conte pra nós por onde você passeou na sua cidade, quais os lugares preferidos; fale sobre sua rua, seus vizinhos, Poppy, suas amigas, filmes que você viu, o que você planeja para sua vida, o que você acha de bom e de ridículo nas pessoas, conte sobre seus avós que cuidaram de Poppy nas suas férias. Fale sobre aqueles gatinhos de seu colégio...vige! Tem assunto que não acaba mais!

Aquele bichinho no final do blog é Flopi, o porco-espinho que eu adotei num site.Vai clicando em cima dele que ele fará piruetas. Tem alguns que fazem sons lá no site. Clique no link e veja mais.

Aquela URL não é nada, é linguagem de máquina para meu site(coisas de segurança do blog). Se você deletar o que tem depois do nome do blog abre na minha pagineta.
Beijão e corre lá no teu blog para escrever.
Beijo para Gilda e Mauro também.