TRANSLATOR( BLOG OR POST)

3 de nov de 2006

Série: Dicas de Tia Clara


Você está cansada/o de escolher muito bem uma carne, que tem certeza de que é macia, e quando prepara vira uma sola de sapato e apesar da boa escolha fica ressecada, sem graça? Ou, o que parece ainda pior, a chapa ou frigideira enchem de água e um bife que deveria ser tostado se transforma em um bife encharcado?

Experimente isto:

1. Tire a carne da geladeira, pelo menos 15 minutos antes de colocar na frigideira.

2. Para o bife não "aguar", a frigideira tem que estar bem quente. Se você vai preparar mais de um bife, espere até a frigideira voltar a ficar bem quente para colocar o próximo bife.

2. Mesmo que você goste do bife bem passado, não exagere o tempo de cozimento, ou não tem jeito. Ele vai virar sola de sapato.

3. O tempo de cozimento varia conforme a espessura do bife. Mas dá prá ter uma idéia de como anda a coisa sem recortar a carne.

Para um bife de 2 cm de espessura: Para carne mal passada, bastam 2 minutos de cada lado. Para bife ao ponto 3 minutos. Bem passada? Em 4 minutos deve estar boa.

Para quem sabe um pouco mais, é só apalpar com o dedo indicador. Quanto mais dura, mais passado. Para bife mal passado a carne tem que ter a resistência da área que fica na palma da mão, abaixo do dedão(monte de vênus). Para bife ao ponto, tem que ter a resistência da ponta do nariz. Boa essa, não? Disfarça e apalpa agora!

4. Quando a carne é assada, não importa se na chapa, na frigideira, no forno ou na churrasqueira, os sucos se deslocam para as extremidades. Portanto, depois de preparar(cozinhar) a carne deve ficar fora do calor, descansando, pelo menos 2 minutos, para que os sucos retornem ao centro e a carne fique suculenta. (O que os churrasqueiros acharam desta?)

Então, depois de retirar o bife da frigideira, coloque-o no prato, mas não corte logo. Sirva-se do arroz ou de outros complementos, enquanto isto a carne vai se melhorando. Vale também para carnes assadas inteiras e que são servidas fatiadas.

Entendeu agora por que o prato onde são colocados os bifes prontos ficam com aquela caldinha irresistível e o seu bife fica seco?

5. Para ajudar o bife a se manter macio, ele deve ser salgado somente depois de assado. Isto vale para frigideira, grelha e chapa também. Coloque todas as ervas e demais temperos, se quiser, mas só coloque o sal depois de concluir o cozimento.

6. Para carnes preparadas na grelha, coloque o óleo na carne, não na grelha. Assim sua cozinha não enche de fumaça.

7. Se apesar dessas dicas a carne ficou dura, talvez o boi tenha sido de canga. Aí, não tem jeito!Pegue os bifes, encha uma panela com água e legumes e faça sopa! A carne vai ficar macia, com certeza!

8. Não há dica que salve um bife cortado no sentido errado da carne.

Foto de carne mal passada: de Argentina, por supuesto! Visite o site. Tem dicas muito boas para turistas, mesmo que virtuais.

2 comentários:

Dalva Maria Ferreira disse...

Claire, belo post, belos bifes, mas eu gostaria tanto de ser vegetariana!
Nada como um belo tomate. Beijos da tua fã de carteirinha.

Ah: PS. não tem nada rolando em Bratislava não, amiga! "Antes sesse"!

Clarice disse...

Comadre, eu sou fã número um de frutas, vegetais, legumes e cereais. Adoro preparar com carinho e comer com satisfação genuína, saboreando cada garfada e cada mordida.
Se isto serve como desculpa, veja que se eu não comer proteína animal, minha anemia crônica pode virar coisa pior.
Mas já tentei mudar isto e passei um mês inteirinho sem comer carne de espécie alguma(obriguei meu filho, ainda pequeno, a embarcar na experiência). Eu, que não entendia por que os vegetarianos tinham aquela cara de tristeza, entendi. E voltei ao peixe e outros bichos antes de ser demitida por falta de energia para o trabalho.
A filosofia da coisa é maravilhosa e assim como você, acho horrível que outros seres percam a vida para eu me alimentar, mas tem tanta coisa pior!
Beijão e experimente também tomate com açúcar.